15 de novembro de 2013

|32 Semanas| Pedro a caminho...


Hoje, ao completar 32 semanas, decidi começar a preparar a mala da maternidade. Ainda não está nada pronto, ainda falta comprar mais umas coisas, ainda não encontrei a camisa de noite muito gira e prática da anterior gravidez. No entanto, para meu descanso, é só organizar-me e o mais importante segue já para a mala. 
Bom, e acordei com esta pressa toda porque ontem à noite estive mesmo [mesmo] para acordar o marido, pegar na filha e ir ao hospital. À noite comecei a ter contracções, talvez umas quatro em vinte minutos, e senti do nada uma vontade de puxar... estranho mesmo... foi uma coisa leve... nunca tinha sentido, nem sei o que é bem a vontade de puxar, já que da Bárbara nunca senti. Depois acalmou e consegui adormecer. Acredito mesmo que seja o corpo a preparar-se para o grande dia que se aproxima a passos largos. 

Na próxima segunda feira temos a ecografia do terceiro trimestre e vamos lá ver como está o nosso Pedrito! Ansiosa... ansiosa! Se estiver mais bem disposto que a mana na altura, vamos poder ver a carinha dele em 3D! Ansioooooosa!

2 comentários:

  1. Bem isso de ter vontade de puxar em casa é que não dá lá muito bom resultado, mas eu sei o que é ;)
    O Rafa nasceu de parto normal, e eu tive essa vontade que não se consegue controlar, de puxar. A última vez que puxei, foi involuntariamente. Estava deitada, de pernas abertas como é obvio, e o meu corpo levantou-se sozinho até juntar a cabeça aos joelhos...e nasceu o Rafinha :) É talvez a sensação mais maravilhosa de todo o parto.. :D Que saudades!

    ResponderEliminar
  2. Bolas, não há direito! Tinha escrito uma mensagem, super-hiper-mega-grande e apagou-se!!!! Estava eu a dizer.... Que senti essa vontade de puxar, no parto, pois o Rafael nasceu de parto normal. É o momento mais explêndido, pois somos verdadeiras puxadoras involuntárias. A última vez que o meu corpo puxou, estava eu deitada com as pernas no sitio que eles mandam, e o meu corpo levanta-se sozinha até eu juntar a cabeça com os joelhos e nasceu o Rafa! Acho que ainda hoje sinto a barriga a baixar como foi naquele dia :)
    Beijinhos e tudo de bom
    Tinita
    Oblogdatinita.blogspot.com

    ResponderEliminar

Agradeço o teu comentário e a visita! Espero ver-te por cá mais vezes ;)