19 de janeiro de 2015

Olá... há quanto tempo?

Bem... nem sei por onde começar! 
Passou tanto tempo desde a última vez que cá escrevi e acabei por não cumprir com a promessa de deixar este cantinho actualizado, mas, de novo, a falta de tempo e às vezes disposição, dão nisto!

Adiante! Tenho feito uns trabalhinhos ao nível da fotografia e estou mesmo muito feliz! Espreitem AQUI e dêem-me a vossa opinião/crítica ;) São muito importantes!

No que concerne à família, estamos bem! O Pedro já completou o seu primeiro aniversário, está um traquina de primeira e já está a dar os primeiros passos sozinho! Ou direi, os segundos passos...sim porque ele já corre a casa toda, numa espécie de bamboleio minhoto! Ora pende para aqui, ora pende para ali, mas lá se vai aguentando! No entretanto não se livrou de umas belas quedas no início, a última com direito a nódoa negra na semana passada. Ainda assim, não ficou com medo e já acha que pode correr a maratona com o pai...até à próxima nódoa negra!

A Bárbara é aquela princesinha, doce e muito independente! Adora de paixão o irmão e é muito cuidadosa e carinhosa com ele. Cada dia nos surpreende com novos dizeres... expressões que não lembram uma menina de 4 anos, as quais tomo nota mental para escrever mais tarde...mas ainda não aprendi que tudo se varre da minha memória muito rapidamente e acabo por as perder... Mas de uma não esquecerei e foi ao pai que disse "Bem...agora vamos descansar a voz!", enquanto o pai se preparava para a repreender... 

Com altos e baixos, vamos vivendo o nosso dia a dia, há dias melhores, há dias piores que me fazem questionar muita coisa...até olhar para aqueles sorrisos maravilhosos e acabo por cair em mim...onde estava com a cabeça para pensar em algo assim?... a maternidade é o melhor da vida! Não tenho a menor dúvida!

2 comentários:

  1. Aproveita bem esses momentos com os teus bebés. São momentos que passam num instante e não voltam mais. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. "...a maternidade é o melhor da vida..."!

    Desejo-lhe que seja mesmo. Vá aproveitando esses momentos, que num ápice eles crescem e as atitudes são tão outras....mas um pouco mais desagradáveis. Até dá vontade de perguntar: onde está a criança linda que eu tomava no colo?!

    Felicidades

    ResponderEliminar

Agradeço o teu comentário e a visita! Espero ver-te por cá mais vezes ;)