17 de janeiro de 2013

Ai cama, cama!

Hoje levantar-me foi complicado! Desde há uns tempos para cá que ela tem acordado todas as noites, por volta das duas da manhã, a chorar… Eu levanto-me em modo zombie e vou ver o que se passa! Ela acordadíssima, agarra-se ao meu pescoço e não me larga… A intenção é clara… “Quero a cama da mãe!!”… Eu, fraca que sou, nem sequer discuto… vem logo para a nossa cama. 
Mas era bom se a coisa se ficasse por aqui… mas não! Como já está acordada, pede pela nossa atenção, mas nós sedentos por dormir, nem um pio e cingi-mo nos às nossas almofadas… depois acaba por adormecer, já vencida pelo cansaço! Depois já se sabe o que vem… pontapés, pés na cara do pai, estalada na mãe… chupeta que cai, naninha que já está no fundo da cama, sonhos ou pesadelos… “tenho batatas nos olhos” dizia ela a dormir...  não sei isto poderá pertencer à classe dos sonhos. Ainda se queixou que lhe doía a “oelha”… vamos lá ver se não vem por aí uma otite! Portanto, noite atribulada… estou que nem posso. Se me aparece uma cama à frente, sou capaz de aterrar num piscar de olhos...

1 comentário:

  1. Sei bem o que isso é, durante quase 4 anos foi assim. Hoje já não pede para dormir na nossa cama mas acorda sempre ao meio da noite a chamar...pede liete, pede chucha, pede bonecos...enfim de manhã é complicado, complicadíssimo

    ResponderEliminar

Agradeço o teu comentário e a visita! Espero ver-te por cá mais vezes ;)